Geral / Gestão de Stocks para distribuidores de Peças.

  • Alvaro Oliveira
  • 1411 Visualizações
  • No tags

A gestão de stocks na loja ou armazém é uma parte fundamental da atividade de um distribuidor de peças sobressalentes, um elemento que deve ser otimizado para poupar tempo e dinheiro e melhorar os resultados. Por este motivo, neste post apresentamos 6 propostas para facilitar a gestão de stocks:

1. Usar um PDA

Como discutido no nosso último artigo, o PDA tornou-se um dispositivo indispensável para todas as operações relacionadas com o stock.

Equipar-se com um PDA significa ser capaz de assumir rapidamente muitas operações:

  • Recepção
  • Picking
  • Expedição
  • Inventário
  • Etc.

2. Adoptar um ERP especializado

Para gerir correctamente tanto o balcão como o stock da loja, nada melhor do que um ERP especializado. Permitir-lhe-á gerir a sua actividade, fazer a ligação com o seu PDA e centralizar a informação numa única ferramenta.

Do ponto de vista do cliente, é também uma forma de melhorar a sua qualidade de serviço e comunicação sobre informação comercial. Por exemplo, pode comunicar as suas condições comerciais ou o estado dos seus stocks para saber se é possível encomendar ou se tem de esperar por um reabastecimento.

3. Organizar os stocks de uma forma lógica

Para poupar tempo nas suas tarefas diárias, não deve confiar apenas em ferramentas digitais: deve definir uma lógica de armazenamento físico. Para o fazer, existem várias opções frequentemente utilizadas:

  • Organização por artigos mais vendidos: este método é útil para ter os artigos mais vendidos o mais próximo possível do balcão. O objectivo é limitar o seu tempo de viagem.
  • Multi-localização: esta é uma solução popular uma vez que assegura que há sempre um local disponível para uma referência que requer muito stock ou para assegurar um nível suficiente de flexibilidade.

No entanto, não deve descurar a forma como estrutura o seu stock. Por exemplo, preste muita atenção à disposição dos sectores e corredores: isto facilitará grandemente a circulação e optimizará os seus movimentos ao mesmo tempo.

4. Optimizar o seu tempo de pesquisa

Ao adotar um sistema ERP adequado, incluindo a utilização de PDAs, abrem-se novas oportunidades de otimização. É possível poupar tempo na procura de elementos tais como:

Se adoptar um sistema ERP apropriado e um PDA, abrir-se-ão novas oportunidades de optimização. Pode poupar tempo na procura de itens como :

  • Localização das referências
  • Disponibilidade dos artigos
  • Quantidades em stock

Por outras palavras, pode obter uma visão geral fiável e completa do seu stock em qualquer altura com maior facilidade.

No entanto, esta redução no tempo de pesquisa também beneficia os seus clientes, uma vez que a visibilidade em tempo real fornece a informação de que necessitam para as suas encomendas (número de unidades restantes, referências disponíveis, preço actualizado, etc.).

5. Antecipar necessidades e melhorias

Antecipar as necessidades do mercado tanto quanto possível poupa tempo e melhora a rentabilidade. Para este efeito, é útil adaptar os stocks de acordo com os resultados estatísticos obtidos através de um ERP equipado com um módulo de Business Intelligence, com acesso a painéis de controlo que incluem os indicadores de desempenho necessários para a tomada de decisões sobre compras, vendas e stocks.

Em suma, todas as tarefas e objetivos de gestão de stocks serão mais realizáveis com ferramentas especializadas compatíveis com o negócio de distribuição de peças sobressalentes: serão um aliado valioso na implementação das melhores práticas e na obtenção de melhores resultados.


Está interessado em o nosso Software de gestão global para distribuidores de peças sobressalentes?

Um membro da nossa equipa entrará em contacto consigo para o aconselhar pessoalmente e sem compromisso:

0 Comments
Leave a comment
PRODUTOS RECENTES
NEWS LETTER
Subscreva a nossa Newsletter e receba todas as novidades
NOSSAS MARCAS